Prova foi realizada em Interlagos neste domingo

O piloto Maurício Paludete, o Linguiça morreu depois de sofrer acidente no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, durante a 2ª etapa do SuperBike Brasil 2019, este domingo (14).

Depois do fim da corrida da categoria SuperBike Evolution, ele perdeu o controle de moto no final da reta dos boxes, passou direto pelo S do Senna e bateu forte no guard rail.

O piloto havia largado na 10ª posição e terminou a prova na sexta colocação geral. 

A pista estava molhada no momento do acidente.

O piloto ficou desacordado na pista e perdeu o capacete após a batida. 

Linguiça recebeu atendimento ainda no local e foi encaminhado ao hospital, onde morreu.

É o terceiro acidente fatal em dois anos envolvendo a categoria.

Em 2018, o piloto Rogério Munera também morreu após um acidente na altura do “S” do Senna, também em Interlagos. 

Em 2017, Sérgio dos Santos, que competia nas motos de 600cc e 1000cc morreu no hospital depois de chocar-se com o muro de proteção de pneus, na Curva do Sol.

Veja a nota do SuperBike Brasil: 

O SuperBike Brasil comunica, com muito pesar, que o piloto Mauricio Paludete, numeral 80, veio a óbito após não resistir às complicações sofridas neste domingo (14), depois de uma queda, em Interlagos (SP), durante a 2ª etapa do SuperBike Brasil 2019.

O piloto, que competia na SuperBike Evolution, largou na 10ª posição e completou a prova na sexta colocação na geral. Logo após cruzar a bandeirada, ele caiu no S do Senna.

Mauricio Paludete foi prontamente atendido pela equipe médica e passou por todos os procedimentos de segurança do evento ainda em pista. O piloto foi removido e levado para o Hospital Grajaú, onde infelizmente veio a óbito.

O SuperBike Brasil envia sinceras condolências à família e lamenta profundamente a fatalidade.

Fonte: Catve

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL