Morador do primeiro andar, estudante de arquitetura David Sampaio foi a oitava pessoa resgatada dos escombros do Edifício Andréa, que desabou em Fortaleza nesta terça-feira (15). Nove foram resgatados com vida

Estudante enviou selfie de debaixo de escombros de prédio que desabou em Fortaleza — Foto: Arquivo pessoal

O estudante de arquitetura, David Sampaio, enviou uma selfie aos familiares enquanto estava preso sob os escombros do prédio que desabou em Fortaleza nesta terça-feira (15). A imagem foi enviada a um grupo da família do estudante no WhatsApp.

Morador do primeiro andar, David Sampaio foi a oitava pessoa resgatada com vida dos escombros do edifício Andréa, no Bairro Dionísio Torres, área nobre de Fortaleza. Não foram repassadas informações sobre o estado de saúde de David.

O primo Albertine Felipe recebeu mensagem de David Sampaio pelo WhatsApp enquanto o estudante estava abaixo dos escombros.

“Tinha visto a notícia do desabamento e vi que poderia ter sido o prédio dele [David Sampaio] porque logo reconheci, depois olhei o Google Maps pra ver se era mesmo o prédio. Logo depois ele entrou em contato com a gente pelo WhatsApp”, relata.

David Martins, que foi resgatado de prédio em Fortaleza, enviou foto para tranquilizar a família — Foto: Reprodução
David Martins, que foi resgatado de prédio em Fortaleza, enviou foto para tranquilizar a família — Foto: Reprodução

Ainda conforme Felipe, David Sampaio afirmou que estava bem e que havia sofrido apenas ferimentos leves. “Ele foi logo me falando que ele tava bem que só tinha sofrido arranhões”, diz.

O estudante de arquitetura foi levado a um hospital particular de Fortaleza.

Davi Sampaio é resgatado pelo Corpo de Bombeiros após enviar selfie a familiares de debaixo dos escombros — Foto: Gustavo Pellizzon/G1
Davi Sampaio é resgatado pelo Corpo de Bombeiros após enviar selfie a familiares de debaixo dos escombros — Foto: Gustavo Pellizzon/G1

Uma pessoa morreu e 10 estão desaparecidas, conforme relatos de familiares ao Corpo de Bombeiros.

O que se sabe até agora

  • Edifício Andréa desabou às 10h28
  • Uma morte foi confirmada
  • Ao menos nove pessoas foram resgatadas com vida (entre elas, estão uma mulher de 60 anos, um homem de 72 e um jovem de 20)
  • Ruas no entorno do edifício foram bloqueadas
  • O prédio ficava no cruzamento na Rua Tibúrcio Cavalcante com Rua Tomás Acioli
  • O edifício estava a 3 quilômetros da Praia de Iracema, região turística da capital cearense

Testemunhas relatam que viram moradores dentro do edifício Andréa no momento do desabamento. Logo após a construção ruir, pessoas foram vistas correndo para longe do condomínio. A nuvem de poeira formada pela queda do prédio pode ser vista no vídeo acima.

Uma ex-moradora do prédio contou ao G1 que a construção tem mais de 40 anos e passava por reforma. A estrutura tinha sete andares e dois apartamentos por andar, segundo ela.

Um vídeo feito no condomínio nesta segunda-feira (14) mostra a situação precária das colunas de sustentação do edifício. Segundo testemunhas, o prédio estava em obras. Em um grupo de WhatsApp, moradores relataram preocupação com reforma realizada no local.

Mapa: veja a localização do prédio que desabou em Fortaleza — Foto: Infográfico: Juliane Monteiro/Arte G1
Mapa: veja a localização do prédio que desabou em Fortaleza — Foto: Infográfico: Juliane Monteiro/Arte G1

Fonte: G1