Quem passar por algumas praças de pedágio no interior do Paraná vai ganhar um recibo com uma mensagem incomum. No topo da nota, aparece a frase: “O valor do pedágio foi reduzido em 30% porque recursos provenientes de corrupção foram recuperados pelo Ministério Público Federal e aplicados em benefício do usuário”.

Essa frase está estampada nos tíquetes de sete praças da concessionária Rodonorte, que fez acordo com os procuradores da Operação Lava Jato e admitiu ter cometido atos de corrupção nos contratos. Ela pagou uma multa de 750 milhões de reais. Parte dela foi aplicada na redução das tarifas. A mensagem está inscrita na nota fiscal entregue ao motorista desde o dia 27 de abril, quando a redução entrou em vigor.

A concessionária também instalou outdoors nas proximidades de cada praça para anunciar a medida. Essa publicidade já foi criticada por advogados e alguns usuários, que a interpretaram como uma propaganda extemporânea da Lava Jato.

O Ministério Público argumenta que a medida está prevista no acordo, que foi homologado pela justiça. O documento determinou que a empresa fizesse um pedido público de desculpas, dizendo que a redução era uma forma de reparar os danos da corrupção à sociedade. Para os procuradores, o acordo atende ao interesse público e traz benefícios diretos aos usuários das rodovias paranaenses.

Fonte: Paraná Portal

Gestor de SMS