Cobranças de pênalti em dois toques são permitidas, mas um tanto quanto raras no futebol

Você sabia que é permitido bater um pênalti em dois toques? Sim, é. Para que isso aconteça, porém, o cobrador da infração deve tocar a bola para frente e torcer para que ela seja finalizada por um companheiro de equipe – o que é um tanto quanto arriscado, diga-se. Por isso, tal estratégia é rara no futebol.

Gênios como Johan Cruyff e Lionel Messi já protagonizaram, com sucesso, lances desse tipo. No último fim de semana, no entanto, o país-sede da próxima Copa do Mundo foi palco de uma jogada fracassada envolvendo uma cobrança de pênalti em dois toques.

Durante o jogo entre Al-Gharafa e Al-Rayyan, pela 20ª rodada da Liga Catariana, o iraniano Mehdi Taremi tentou imitar Cruyff e Messi, passou a bola em uma cobrança da marca da cal, mas viu a tática ser malsucedida. O catariano Abdulaziz Hatem finalizou, mas o goleiro Fahad Younes defendeu.

O lance, é claro, irritou a torcida do Al-Gharafa e rodou o mundo, mas, ao menos, não fez falta: o time de Taremi e Hatem venceu o jogo por 4 a 2 e subiu para a sétima posição da Q-League.

Assista à fracassada cobrança de pênalti no vídeo abaixo!

Fonte: Jovem Pan

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL