A Justiça do Paraná decretou, nesta quinta-feira (31), a prisão preventiva de Bruno Alisson Ventura, de 24 anos, suspeito de atropelar e matar o menino Marcelo Henrique Jardim, de apenas três anos

Reprodução Facebook

O rapaz foi detido em flagrante na última sexta-feira (25), data do atropelamento. Com a decisão, ele não tem data para deixar a cadeia.

O menino estava saindo do mercado com uma vizinha quando foi atingido pelo veículo. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com a polícia, Ventura não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e tinha consumido bebida alcoólica. O juiz Thiago Flores determinou a prisão preventiva com a justificativa de que essa não foi a primeira vez que Ventura dirigiu alcoolizado.

“O autuado é reincidente, inclusive de modo específico. Possui condenação com trânsito em julgado por receptação, embriaguez ao volante, direção perigosa sem habilitação e tráfico de drogas. Ora praticou, em tese, outro crime, o que indica que, se em liberdade estiver, não tardará a delinquir”, justifica o magistrado.

Ele deve responder por homicídio qualificado.

Fonte: Paraná Portal

Gestor de SMS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *