Casillas foi às redes para tranquilizar fãs, torcedores e amigos
Casillas foi às redes para tranquilizar fãs, torcedores e amigos Foto: Reprodução/Twitter

O goleiro Iker Casillas pode não voltar a jogar mais futebol. É o que informa o jornal “Marca” nesta quinta-feira, um dia após o arqueiro sofrer um ataque cardíaco e ser internado às pressas em Porto, Portugal. Segundo o diário espanhol, fontes do FC Porto admitem o fim da carreira do jogador de 35 anos. Após infarto, o jogador tranquilizou os torcedores.

“Fontes do Porto apontam que o goleiro não poderá voltar a jogar, que a sua carreira (de todos os recordes possíveis), chegou ao fim, embora não haja um diagnóstico rotundo nesse sentido. A pessoa está acima de qualquer desafio médico e no FC Porto consideram que o êxito não é o seu possível regresso mas sim que Casillas possa voltar a fazer a sua vida normal”, diz a reportagem.

O médico do clube português, Nélson Puga, disse que Iker Casillas, que teve um enfarte no final do treino, vai ficar “completamente recuperado de saúde”. O profissional explicou que ainda é cedo para falar no regresso do goleiro ao futebol. No entanto, não deixou esse cenário de parte.

“É muito cedo para nos pronunciarmos. Vai depender de muitos fatores, da medicação que ele vai precisar tomar, da avaliação que faremos de como tudo vai acontecer, não só em situações de repouso, mas também de estresse e no exercício físico. E vai depender também da vontade dele em continuar. Só depois de muito diálogo é que se vai decidir se vai continuar. Mas a verdade é que ele vai ficar completamente recuperado”, afirmou.

Diagnóstico rápido

Nélson Puga esclareceu ainda que o fato de Casillas “ter sido diagnosticado rapidamente” foi fundamental para este desfecho, explicando que os procedimentos começaram a ser preparados ainda no CT de Olival.

“Por sorte, foi diagnosticado rapidamente. Os procedimentos correram bem. Pedimos imediatamente para ter uma equipa, ainda no Olival, em alerta. Quando suspeitámos que estaríamos perante este cenário, que acabou por se confirmar, já tínhamos uma equipa de prevenção no hospital. Confirmado o diagnóstico, foi logo intervencionado, fizemos o cataterismo. Correu tudo muito bem e o problema foi resolvido na hora”, adiantou ainda.

O médico ainda garantiu que Casillas “não vai ficar com qualquer tipo de sequela”, e explicou que ele “está bem, estável e com o humor que o caracteriza”.

Fonte: Extra

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL