Nos últimos tempos já lhe mostrámos caravanas para vários gostos, mas acredite que nenhuma era como esta. Denominada Citroën Jumper Biker Solution, destaca-se das restantes propostas no mercado por ser uma caravana desenhada com os amantes das duas rodas em mente

Para fabricá-la a Citroën recorreu aos serviços do especialista alemão Flexebu, que juntamente com a marca francesa conseguiu fazer da Jumper um furgão capaz de servir de caravana e de transportar até duas motos. E essa é mesmo a grande novidade desta proposta, já que esta versão conta com um sistema de carris na parte traseira que permite carregar, prender e transportar até duas motos de grande cilindrada.
Para facilitar a subida e a descida das motos a Citroën e a Flexebu criaram uma rampa com um sistema deslizante que permite empurrar a moto para dentro da carrinha assim que estiverem seguras. Este detalhe permite carregar e descarregar rapidamente as motos, que quando não estão dentro deste furgão abrem espaço para uma caravana de desenho convencional.

O mesmo é dizer que no espaço onde podem ser carregadas as motos também pode ser aberta uma cama (presa na lateral da carrinha) de casal que funciona como segunda cama, já que o tecto sobe para criar espaço para outra cama no tejadilho.

Ainda houve espaço para outras comodidades como uma cozinha completa com frigorífico, mesa desmontável, assentos giratórios e vários armários para que consiga guardar os utensílios de cozinha e não só. Também há lugar para as suas roupas de andar de moto, não se preocupe!

Equipada com um motor BlueHDi de 160 cv, este furgão tem 6 metros de comprimento e uma altura exterior de 2,52 metros. Com o tecto subido este número, no interior, sobre para os 3,56 metros. Não sabemos qual o espaço útil disponível, mas a Citroën garante que é muito fácil montar e desmontar todos os armários para que possa usá-la para trabalho durante a semana e para lazer ao fim-de-semana.

Aqui ao lado, em Espanha, o preço desta proposta começa nos 45.600 euros, mas escusado será dizer que as duas Triumph que vê na imagem não estão incluídas no “negócio”…

Fonte: Aquela máquina