Volume de chuvas é calculado por meio de um aparelho chamado pluviômetro, usado para identificar o quanto é captado de água em um espaço de um metro quadrado

Utilizado para medir a quantidade de chuva por metro quadrado em um determinado local, o índice pluviométrico é calculado com base na altura em que a água atinge em um espaço delimitado. “No mês de julho, no Recife, é comum chover entre 300 e 400 milímetros”, exemplifica o professor Wagner Costa, na aula de matemática do Projeto Educação desta quarta-feira (4). (Veja vídeo acima)
Segundo o docente, os milímetros representam a altura que a água atinge. No caso de uma média de 300 milímetros, é possível dizer que a chuva alcançou uma altura de 30 centímetros, após feita a conversão de medidas. “Cada milímetro estabelecido no índice se refere a um litro, ou seja, se pegarmos uma garrafa que tem essa capacidade e despejarmos em um recipiente fechado [de um metro quadrado], a altura seria de aproximadamente um milímetro”, afirma.
Pluviômetros são espalhados em diferentes locais de uma cidade para que seja calculada a média de chuvas (Foto: Reprodução/TV Globo) Pluviômetros são espalhados em diferentes locais de uma cidade para que seja calculada a média de chuvas (Foto: Reprodução/TV Globo)
Pluviômetros são espalhados em diferentes locais de uma cidade para que seja calculada a média de chuvas (Foto: Reprodução/TV Globo)
Para calcular o índice de uma determinada área, são utilizados equipamentos denominados pluviômetros. “É improtante que esses instrumentos estejam espalhados em vários pontos estratégicos”, explica o professor.
Depois de coletada a água entre os pluviômetros, é calculada uma média entre os aparelhos para identificar a quantidade de chuva coletada em uma cidade, por exemplo. “Dependendo do modelo matemático que irá se utilizar, a média pode ser aritmética simples ou ponderada”, conta Wagner Costa.

Fonte: G1

Gestor de SMS
Anuncie Aqui