Mineradora era investigada há dois anos, segundo Polícia Federal. Tratores, caminhões e motores foram apreendidos

Um empresário foi preso em flagrante durante uma operação da Polícia Federal para combater extração ilegal de areia em Campo Alegre, no Norte catarinense, na quinta-feira (30). A investigação iniciou há cerca de dois anos.
Também foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão: três tratores, três caminhões, uma caminhonete e dois motores estacionários com bombas foram apreendidos.

Continua depois da publicidade



O homem preso é dono da empresa mineradora investigada por suspeita de extrair minérios sem autorização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).
A Polícia Federal constatou que a empresa estaria extraindo areia sem as licenças ambientais da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Fatma). No entanto, havia autorização para exploração de um local ao lado da área explorada, “consubstanciando a fraude”.

Fonte: G1

Gestor de SMS