O início do processo pode ser feito pela internet, por meio da página do Tribunal Superior Eleitoral

Eleitores que não votaram nas últimas três eleições têm até a próxima segunda-feira (06) para regularizar a situação.

Cada turno representa uma eleição. Se a situação estiver irregular, o eleitor precisa ir ao cartório eleitoral mais próximo com um documento oficial com foto, comprovante de residência e título de eleitor, caso ainda o tenha.

O início do processo pode ser feito pela internet, por meio da página do Tribunal Superior Eleitoral.

Após o preenchimento das informações pessoais, o eleitor terá que imprimir a Guia de Recolhimento da União para quitar a multa de R$ 3,51.

Ao concluir esse processo, o eleitor só precisará ir uma vez ao cartório eleitoral. O eleitor que não regularizar a situação pode ter o título cancelado, não podendo obter passaporte ou carteira de identidade, nem receber salário ou proventos de empresas e instituições públicas.p

Também estará proibido de participar de concorrências públicas, obter empréstimos de bancos federais e estaduais e inscrever-se em concursos.

A lista completa de restrições está na página do TSE. O nome de quem tiver o título cancelado só será divulgado em 24 de maio pela justiça eleitoral.

Fonte: Jovem Pan

2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL