Vocalista da boy band Shinee foi encontrado inconsciente após suposta inalação de gases

© An Ha Jin/Divulgação

“A depressão que lentamente foi me destruindo, já me devorou, e não consegui superá-la”, confidenciou o cantor sul-coreano Kim Jong-hyun, conhecido como Jonghyun, na boy band Shinee, em carta de despedida enviada à amiga Jang Hee-yeon, do grupo Dear Cloud. O astro de K-Pop faleceu nesta segunda-feira (18), em Seul, aos 27 anos. Um texto de teor parecido foi enviado por Jonghyun à irmã, no dia em que morreu.

O desabafo do artista reforça a hipótese de suicídio, defendida pela Polícia da Coreia do Sul e aceita pela família. O artista foi encontrado após suposta inalação de gases. “Estou quebrado por dentro. A depressão que lentamente foi me destruindo, já me devorou, e não consegui superá-la. É incrível o quanto dói. Ninguém está mais atormentado, nem debilitado do que eu”, diz texto divulgado.

Continua depois da publicidade



Jonghyun chega a questionar a própria carreira na carta: “Ser famoso provavelmente não era meu destino. Eles me dizem que por isso estou tendo dificuldades… Por que eu escolhi?”. Conforme Jang Hee-yeon, familiares dele concordaram que a carta fosse publicada.

O vocalista subiu ao palco com a Shinee nos últimos dias 9 e 10, em dois shows realizados em Seul. O próximo compromisso na agenda seria a participação em um programa da TV, na véspera de Natal. Em fevereiro, a Shinee tem apresentações no Japão. Não há informações sobre o futuro do grupo.

Fonte: Só Fatos

1-5 PG - Salão do Automóvel
2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional
1-1 PG ELETRIBEL