Desde junho, país passou a impor tarifas mais altas sobre o produto brasileiro importações de frango provenientes do Brasil

A China vai estender por seis meses a investigação sobre a prática de dumping nas importações de frango do Brasil, informou nesta quinta-feira (17) o Ministério de Comércio da China.

A investigação, lançada em agosto do ano passado, foi estendida até 18 de fevereiro devido à complexidade do caso, disse o ministério.

Pequim anunciou em junho a imposição de direito antidumping provisório sobre as importações de frango provenientes do Brasil, de 18,8% e 38,4% sobre o valor das importações, em uma medida que afetou os principais exportadores brasileiros JBS e BRF.

As medidas antidumping temporárias foram adotadas após reclamação da indústria doméstica de que o Brasil estaria vendendo seu produto abaixo do valor de mercado. A decisão representou mais um forte golpe à indústria brasileira. Em abril, a União Europeia tinha anunciado a proibição de 20 frigoríficos brasileiros de exportar frango para o bloco econômico.

O Brasil é o maior exportador de frango do mundo e a origem de mais de 50% das importações de carne de frango do país asiático.

Fonte: G1