Informações que levem ao paradeiro de Wagner devem ser repassadas pelos telefones 190, 197 ou 153

O desaparecimento do caminhoneiro Wagner Cauz completou hoje (3) quatro meses e a família segue sem nenhuma pista do paradeiro do homem de 40 anos.

No dia 3 de agosto, um sábado, o homem estava em casa quando foi chamado ao portão por ocupantes de um veículo vermelho. Ele deixou o local no carro e desde então não foi mais visto, nem entrou em contato.

O homem morava no Bairro XIV de Novembro, em Cascavel, e tem uma filha. A família não acredita que ele tenha deixado a casa por vontade própria e acredita que ele foi vítima de crime.

Desde o desaparecimento, os familiares e amigos vivem momentos de angústia.

Nenhuma linha de investigação foi revelada pela polícia.

Informações que levem ao paradeiro de Wagner devem ser repassadas pelos telefones 190, 197 ou 153.

Fonte: CGN