Uma massa de ar frio passa pelo extremo Sul do país e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta sobre a queda das temperaturas no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná

Em Curitiba e Região Metropolitana, os termômetros resistem ainda até sábado, mas a partir de domingo (22), o resfriamento será mais intenso. No interior doe estado, há chance de geada em pontos isolados.

De acordo com o Simepar, o sábado (21) vai amanhecer fechado na capital, com mínima de 10°C. A máxima, que nesta sexta chegou aos 26°C, não deve passar dos 21°C. Mas é no domingo que os curitibanos vão sentir mais a presença do inverno – desvirtuado nas últimas semanas por causa de sistema que vinha bloqueando a aproximação de frentes frias e massas de ar polar. O dia terá mínima de 11°C e máxima de apenas 15°C.

Apesar de mais gelado, o sistema não terá força o suficiente para derrubar as temperaturas tanto quanto a última onda de frio que atingiu a cidade, em meados de julho. “O domingo vai ficar nublado e o sol pode aparecer muito pouco entre muitas nuvens. Aqui [em Curitiba] não chega a esfriar muito. Isso vai acontecer mais no Sul e no Sudoeste do estado”, explica Paulo Barbieri, meteorologista do Simepar.

Em General Carneiro, o sábado terá termômetros variando entre 4°C e 16°C. No domingo, os termômetros oscilam entre 13°C e 21°C, um pouco mais alto do que em Palmas, onde a semana vai começar com mínima de 8°C e terá máxima de apenas 15°C.

Com algumas regiões sem chuva há um mês no Paraná, o estado deve continuar com clima seco nos próximos dias. Para piorar a situação da agricultura, há o risco de formação de geadas, mesmo que fracas, especialmente no Sul do estado.

Chuva chegando

Conforme a Climatempo, duas frentes frias vão passar pela região Sul nos próximos dias. Após o sistema desta sexta, que vai se concentrar principalmente no RS e em SC, outra frente fria está prevista para chegar na região na próxima segunda-feira (23).

O Rio Grande do Sul pode ter novos temporais e o risco de chuva forte aumenta também sobre mais áreas de Santa Catarina e do Paraná. A previsão é de que essa instabilidade também atinja a Grande Curitiba.

Fonte: Gazeta do Povo

Gestor de SMS