Jair Ventura segue sem conseguir uma “dobradinha” no comando do Corinthians

Rodrigo Lindoso comemora o gol contra marcado pelo volante Ralf à favor do Botafogo

Depois de bater o Bahia na última rodada do Campeonato Brasileiro, no domingo (4) o time alvinegro foi até ao Rio de Janeiro encarar o Botafogo e acabou sendo derrotado pelo rival. O placar de 1 a 0, além de frear a reação, deixa o Timão novamente próximo da zona de rebaixamento.

Com um futebol apático, de pouca criatividade no setor ofensivo, o time de Jair Ventura se manteve em 11º lugar com 39 pontos, a cinco de distância da degola. Já a equipe carioca foi a 38 e agora ocupa a 13ª posição, um pouco mais aliviado desta situação incômoda, já que não vencia há seis rodadas.

Corinthians e Botafogo agora têm a semana livre para se preparar para os clássicos estaduais da 33ª rodada, ambos no sábado (10). O time paulista receberá o São Paulo na Arena Corinthians, às 17 horas, enquanto os cariocas vão encarar o Flamengo, novamente no estádio Nilton Santos, às 19 horas.

O jogo

As equipes demonstraram que não à toa estão na parte de baixo da tabela de classificação. Talvez por causa do mau momento, os dois times priorizaram antes de qualquer coisa a marcação. O Botafogo se arriscou um pouco mais e saiu na frente do marcador. Após cobrança de escanteio, aos 27 minutos, Ralf tentou afastar o perigo, mas mandou contra a própria meta.

O Corinthians, como de costume, tinha dificuldade para chegar ao ataque. O chileno Ángelo Araos passou a etapa inicial escondido. Os volantes Ralf e Gabriel tentavam fazer a ligação direta para os atacantes, mas o Botafogo apertava a marcação e afastava o perigo.

Pedrinho foi o jogador que mais se movimentou, mas faltava alguém para jogar com ele. Danilo, esforçado, não desempenhou bem o papel de centroavante e sua melhor jogada foi um toque de calcanhar para Fagner, que cruzou na área para ninguém.

Romero não voltou para o segundo tempo por causa de uma pancada no tornozelo esquerdo – Clayson o substituiu. Jair Ventura também tentou dar mais ofensividade com a entrada do centroavante Roger na vaga do volante Gabriel. O time melhorou. Pedrinho seguia buscando o jogo. Os corintianos reclamaram de pênalti não assinalado após Marcinho derrubar Roger sem bola na área.

O Botafogo passou a assustar nos contra-ataques e Rodrigo Lindoso, de cabeça, acertou a trave de Cássio. O Corinthians respondeu e quase empatou no último lance. Léo Santos desviou à queima-roupa e o goleiro paraguaio Gatito Fernández, em seu primeiro jogo após se recuperar de uma lesão no punho esquerdo que o deixou de fora por seis meses, fez milagre para garantir a vitória dos anfitriões.

Confira a narração do gol da partida:

Fonte: Jovem Pan

1-1 PG ELETRIBEL
2-2 PG - Infotech
3-2 PG - Espaço Regional