Um casal foi preso em flagrante, na madrugada deste domingo (8), em Londrina, na região norte do Paraná, por agredir o filho adotivo

EBC

A criança, de apenas nove anos, foi levada em estado grave ao Hospital Evangélico da cidade.

O garoto está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ele chegou ao hospital cheio de hematomas, por isso os médicos e enfermeiros suspeitaram de agressão e acionaram o Conselho Tutelar.

O Boletim de Ocorrência registrado por um conselheiro tutelar relata “marcas severas de agressão física, com indícios de tortura”. Os pais do menino foram presos em flagrante e levados à Central de Flagrantes.

CASAL CONFIRMA AS AGRESSÕES

O menino foi adotado há dois meses, no Mato Grosso do Sul. Em depoimento, o casal confirmou as agressões, mas alegou que se revoltou porque o filho teria mordido o dedo da mãe e para dar um corretivo nele, acabou batendo na criança.

Os pais devem responder por tentativa de homicídio.

Fonte: Paraná Portal