“Ao invés de brigarem pela minha eleição, por voto para mim, fica lá brigando pelo governo de São Paulo. O objetivo de vocês é Bolsonaro, depois França ou Doria”, disse o candidato do PSL em tom de desespero.

Bolsonaro acredita que o abandono dos aliados na reta final permitiu que o adversário Fernando Haddad (PT) virasse na capital paulista. O petista tem 51%, segundo o Ibope.

Os candidatos ao governo do estado, ambos aliados, discordam de Bolsonaro e se acham mais importantes que o ex-militar. Por isso não querem segurar a “âncora” a 3 dias da eleição.

Assista ao vídeo:

Fonte: Blog do Esmael