Muito presente nas redes sociais, Anitta resolveu usar sua conta no Instagram para falar sobre da sua saúde com seus seguidores

A cantora revelou que tem hérnia de disco, que é causada pelo deslocamento de um dos discos intervertebrais que temos na coluna.

A cantora iniciou o tratamento e começou o acompanhamento com uma fisioterapeuta. “Hoje é aniversário da minha fisioterapeuta e ela escolheu passar comigo. Gente, eu tenho tanto carisma (risos), explicou a cantora.

E prosseguiu: “Na verdade não é não, é que saiu o meu laudinho e eu estou com uma hérnia de disco e se ela não me acompanhar agora eu vou ficar entrevada, então agora ela fica comigo”, disse ela.

A hérnia de disco é caracterizada pelo abalamento do disco intervertebral, que pode levar a sintomas como dor nas costas e sensação de queimação ou de dormência. Ela é mais frequente na coluna cervical e na coluna lombar, e o seu tratamento pode ser feito com medicamentos, fisioterapia ou cirurgia, e, dependendo da sua gravidade, pode ser completamente curada.

A hérnia de disco pode ser classificada de acordo com a região da coluna que ela afeta e, por isso, ela pode ser:

Hérnia de disco cervical: afeta a região do pescoço;
Hérnia de disco torácica: afeta a região do meio das costas;
Hérnia de disco lombar: afeta a região mais baixa das costas.

O disco vertebral é uma estrutura de fibrocartilagem que serve para evitar o contato direto entre uma vértebra e outra, e amortecer o impacto gerado pelos saltos, por exemplo. Assim, uma lesão discal, ou discopatia, como também é conhecida esta condição, prejudica a função do próprio disco vertebral e ainda pressionam outras estruturas importantes da coluna, como a raiz nervosa ou a medula espinhal.

Quando o tratamento é realizado corretamente, os sintomas podem desaparecer dentro de 1 a 3 meses, mas cada indivíduo responde de uma maneira ao tratamento e, por isso, em alguns casos este período pode ser maior. Para o sucesso do tratamento é importante saber a localização exata da hérnia e qual seu tipo. O tipo mais comum, que é aprotusão discal, pode ser tratado com:

– Uso de analgésicos e anti-inflamatórios receitados pelo médico;
– Sessões de fisioterapia com equipamentos, alongamentos e exercícios individualizados;
– Osteopatia que consiste em estalar a coluna e realinhar todas os ossos e articulações;
– Exercícios como RPG, hidroterapia ou Pilates orientado por um fisioterapeuta.

Durante o tratamento recomenda-se que a pessoa afaste-se das atividades que tenham provocado a hérnia, não faça esforços e não pratique nenhum tipo de atividade física.

Fonte:Izzi